quarta-feira, 31 de março de 2010

Monitoramento Hidrometeorológico do Vale do Paraíba


Olá leitor!

Segue abaixo uma notícia postada hoje (31/03) no site do Ministério da Ciência e Tecnologia (MCT), destacando que já está funcionando o serviço de monitoramento hidrometeorológico desenvolvido pelo "Centro de Previsão de Tempo e Estudos Climáticos (CPTEC)" do INPE.

Duda Falcão

Monitoramento Hidrometeorológico
Auxilia Defesa Civil do Vale do Paraíba

31/03/2010 - 08:45

Já está funcionando o serviço de monitoramento hidrometeorológico, desenvolvido pelo Centro de Previsão de Tempo e Estudos Climáticos (CPTEC/INPE/MCT), dedicado às atividades da Defesa Civil do Vale do Paraíba, Litoral Norte e Serra da Mantiqueira. O sistema permite visualizar de forma rápida os níveis de chuva acumulada nas últimas 24 e 72 horas, em 22 municípios, indicando se estão ou não em níveis críticos, considerando os diferentes riscos geológicos de deslizamento na região.

A idéia surgiu em uma reunião do Comitê das Bacias Hidrográficas do rio Paraíba do Sul (CBH-PS), em janeiro deste ano, quando estava em avaliação a situação dos municípios no período crítico das cheias. O CPTEC, atendendo solicitação do CBH-PS, assumiu o papel de concentrar e disseminar informações meteorológicas combinadas com a situação do principal rio da região do Vale do Paraíba (SP).

Os dados do monitoramento são coletados diariamente de pluviômetros convencionais de leitura manual pelas Coordenadorias Municipais de Defesa Civil (COMDECS) e informados à Coordenadoria Regional de Defesa Civil (REDEC-I/3). Daí os dados de precipitação acumulada seguem para o CPTEC, que os coloca à disposição no portal hidrometeorológico: bancodedados.cptec.inpe.br/monitoramento/.

As atualizações da planilha de precipitação acumulada são processadas automaticamente pelo sistema do CPTEC e visualizadas em um mapa no portal, que permite acompanhar a situação de cada um dos municípios da região, integrantes do sistema. O portal possui ainda links que dão acesso a páginas do CPTEC, cujos conteúdos podem ajudar a Defesa Civil dos municípios a planejar suas ações. É possível consultar, por exemplo, imagens meteorológicas de satélites, dados de radares meteorológicos, localização de raios, queimadas, previsão numérica de tempo, boletins sinóticos de previsão de tempo, meteogramas, dados hidrológicos da bacia do Paraíba do Sul, entre outras informações.

Segundo o tecnologista do INPE, engenheiro Flávio de Carvalho Magina, idealizador e responsável pelo portal, a expectativa é de que novas informações, geradas por diferentes instituições, sejam adicionadas em breve ao Portal de Monitoramento Hidrometeorológico,
implementado pela Divisão de Operações (DOP) do CPTEC/INPE. Magina acredita que, dessa forma, o monitoramento para a próxima estação chuvosa deverá ser mais completo e abrangente para a região.

Pretende-se colocar à disposição, dados obtidos em tempo real por Plataformas de Coleta de Dados (PCDs), do INPE, instaladas às margens do rio Paraíba do Sul e afluentes. Também deverão ser adicionados dados de nível registrados a partir da leitura de réguas fluviométricas da Agência Nacional de Águas (ANA) e do DAEE. Dados do radar meteorológico de Ponte Nova do DAEE e de reservatórios (represas) do rio Paraíba do Sul também serão acrescentados ao portal de monitoramento.


Fonte: Site do Ministério da Ciência e Tecnologia (MCT)

Comentário: Bom, muito bom mesmo, pena que devido ao baixo interesse e a falta de conhecimento da maioria do povo brasileiro sobre os benefícios gerados à sociedade pela ciência e tecnologia, notícias como esta não tem o impacto que devia ter na classe política e conseqüente reflete no baixo investimento feito até hoje no Programa Espacial Brasileiro. Mais uma vez o CPTEC/INPE está de parabéns pelo excelente trabalho que vem realizando.

Nenhum comentário:

Postar um comentário