domingo, 30 de outubro de 2011

INPE Lança Programa para Monitorar Chuva no Vale

Olá leitor!

Segue abaixo uma pequena matéria publicada hoje (30/10) pelo site do jornal “O VALE” destacando que o Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE) lança programa para monitorar chuva no “Vale do Paraíba”.

Duda Falcão

NOSSA REGIÃO

INPE Lança Programa para
Monitorar Chuva no Vale

Sistema sofisticado fará previsões de qualidade e vai
detectar ocorrência de chuvas com duas horas de antecedência

São José dos Campos
30 de outubro de 2011 - 3:00

Claudio Capucho

O INPE (Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais), de São José dos Campos, lança nesta segunda-feira campanha de monitoramento de chuvas no Vale do Paraíba.

O monitoramento de precipitações na região, denominado de SOS Vale do Paraíba, terá a duração de dois meses e envolvera pelo menos 50 técnicos e especialistas do instituto.

A abertura da campanha acontecerá no auditório do Parque Tecnológico da UNIVAP (Universidade do Vale do Paraíba), amanhã, às 14 horas. Os experimentos terão quase dois meses de duração, com encerramento previsto para o dia 22 de dezembro.

O centro operacional do projeto também ficará no Parque Tecnológico da UNIVAP, onde estará funcionando um sofisticado sistema de monitoramento de tempo severo, o SOS Vale do Paraíba, que fornecerá monitoramento e previsões de alta qualidade, capaz de prever chuvas com duas horas de antecedência.

Radar - Um radar de última geração foi instalado no Parque Tecnológico para monitoramento e coleta de dados de chuvas.

A rede inclui ainda a instalação de outros equipamentos em Ubatuba, Caraguatatuba, Paraibuna, Jambeiro, São José dos Campos, Cachoeira Paulista e São Luís do Paraitinga.

De acordo com os especialistas do INPE, o sistema geográfico de informações integrado ao radar e a outros equipamentos do projeto irão simular os impactos das chuvas por bairros e ruas, conforme a precipitação acumulada no período da campanha de monitoramento.

Unidades da Defesa Civil de toda a região e o CEMADEN (Centro de Monitoramento e Alertas de Desastres Naturais, do MCTI (Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação), poderão acompanhar e utilizar os produtos do SOS Vale do Paraíba.

Eventos - O coordenador do projeto, o pesquisador Luiz Augusto Machado, explica que a pesquisa de campo irá cobrir dois eventos meteorológicos típicos na região nesta época.

O primeiro deles, a tempestade severa, acompanhada de fortes rajadas de ventos, chuvas intensas, granizo, que costuma provocar grandes estragos, principalmente nos centros urbanos, com destelhamento de casas e alagamentos.

O segundo tipo de chuva é aquela contínua, que permanece por dias seguidos, provocada pela Zona de Convergência do Atlântico Sul (ZCAS).

As ZCAS trazem grandes acumulados em alguns dias, devido à permanência de bandas de nebulosidade que se posicionam entre o noroeste e o sudeste do País, faixa que engloba o Vale do Paraíba e litoral paulista.

As chuvas de ZCAS costumam provocar inundações e deslizamentos de terra, como as de São Luís do Paraitinga, em Angra dos Reis (RJ) em 2010 e em Teresópolis (RJ) no início deste ano. A pesquisa será auxiliada por supercomputador Tupã.

SAIBA MAIS

Campanha

INPE lança campanha de monitoramento de chuvas e tempo severo no Vale do Paraíba e Litoral Norte

Eventos

O sistema de monitoramento irá prever tempestades com até duas horas de antecedência para alertar a Defesa Civil da região

Duração

A campanha terá duração até o dia 22 de dezembro e o centro será na UNIVAP


Fonte: Site do Jornal “O VALE” - 30/10/2011

Nenhum comentário:

Postar um comentário