quarta-feira, 31 de outubro de 2012

Satélite Amazônia-1 - MCTI Envia Servidores a ARG e a FRA

Olá leitor!

Diário Oficial da União (DOU) de hoje (31/10) publicou diversos despachos do Ministro Marco Antônio Raupp (MCTI) enviando nove servidores do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE) a Argentina e a França, para tratarem de ações relativas ao projeto do Satélite Amazônia-1. Abaixo seguem os despachos como publicados no DOU.

Duda Falcão

MINISTÉRIO DA CIÊNCIA,
TECNOLOGIA E INOVAÇÃO

DESPACHO DO MINISTRO
Em 30 de outubro de 2012

DURVAL ZANDONADI JUNIOR, Tecnologista Sênior do INPE, participar, na qualidade de gerente de integração e testes do LIT, de ensaios na INVAP durante o desenvolvimento o Subsistema de Controle de Atitude e Supervisão de Bordo (ACDH) do satélite Amazônia-1, em San Carlos de Bariloche, Argentina, no período de 24.10 a 30.10.2012, com ônus para o INPE. Art. 1º, inciso V.

FABRÍCIO DE NOVAES KUCINSKIS, Tecnologista Pleno I do INPE, participar, na qualidade de responsável técnico pelo Software de voo de gerenciamento de bordo (OBDH) do satélite Amazônia-1, em San Carlos de Bariloche, Argentina, no período de 24.10 a 30.10.2012, com ônus para o INPE. Art. 1º, inciso V.

LEON LONNEUX, Tecnologista Sênior III do INPE, participar, na qualidade de responsável técnico pelo Hardware da eletrônica, de ensaios na INVAP durante o desenvolvimento do Subsistema de Controle de Atitude e Supervisão de Bordo (ACDH) do satélite Amazônia-1, em San Carlos de Bariloche, Argentina, no período de 24.10 a 30.10.2012, com ônus para o INPE. Art. 1º, inciso V.

LUIZ ALEXANDRE DA SILVA, Tecnologista Júnior I do INPE, participar, na qualidade de responsável técnico pelos aspectos operacionais de Software e interface com sistema de comunicação com o satélite - SATCS, de ensaios na INVAP durante o desenvolvimento do Subsistema de Controle de Atitude e Supervisão de Bordo (ACDH) do satélite Amazônia-1, em San Carlos de Bariloche, Argentina, no período de 24.10 a 30.10.2012, com ônus para o INPE. Art. 1º, inciso V.

ROBERTO VIEIRA DA FONSECA LOPES, Tecnologista Sênior III do INPE, participar, na qualidade de fiscal de contrato e responsável pelo subsistema de ensaios na INVAP durante o desenvolvimento do Subsistema de Controle de Atitude e Supervisão de Bordo (ACDH) do satélite Amazônia-1, em San Carlos de Bariloche, Argentina, no período de 24.10 a 30.10.2012, com ônus para o INPE. Art. 1º, inciso V.

WALTER EINWOEGERER, Tecnologista Pleno do INPE, participar, na qualidade de responsável por Hardware EGSE, de testes de aceitação em fábrica (FAT) do conjunto de engenharia do Satélite Amazônia-1, em San Carlos de Bariloche, Argentina, no período de 24.10 a 30.10.2012, com ônus para o INPE. Art. 1º, inciso V.

*****     *****

IVAN LAURINDO TOSETTO JÚNIOR, Tecnologista Pleno II do INPE, participar, na qualidade de Engenheiro Técnico responsável pelo funcionamento do Subsistema AWDT (AWFI Data Transmitter) do satélite Amazônia-1. Como gerente técnico substituto do contrato TWTA/AWDT, das atividades de Revisão de Aceitação (AR-Acceptance Review) para recebimento dos equipamentos TWTA, modelo de voo, em Vélizy, França, no período de 27.10 a 02.11.2012, com ônus para o INPE. Art. 1º, inciso V.

RODOLFO ANTONIO DA SILA ARAÚJO, Tecnologista Sênior III do INPE, participar, como responsável pelo subsistema AWDT (AWFI Data Transmitter) do satélite Amazônia-1, gerente técnico do contrato TWTA/AWDT com a empresa Thales e especialista em RF e Microondas das atividades de Revisão de Aceitação (AR-Acceptance Review) para recebimento dos equipamentos TWTA modelo de vôo, em Vélizy, França, no período de 27.10 a 02.11.2012, com ônus para o INPE. Art. 1º, inciso V.

SÉRGIO NORIO ITAMI, Tecnologista Sênior III do INPE, participar, na qualidade de responsável pela Garantia do Produto, da revisão de Aceitação para recebimento dos equipamentos TWTA, Modelo de voo do subsistema AWDT do satélite Amazônia-1, em Vélizy-Villacoublay, França, no período de 27.10 a 02.11.2012, com ônus para o INPE. Art. 1º, inciso V.

MARCO ANTONIO RAUPP


Fonte: Diário Oficial da União (DOU) - Seção 2 - pág. 07 - 31/10/2012

6 comentários:

  1. A pouco tempo os argentinos enviaram um satélite deles para ser testado no INPE. Isso se trata de uma parceria, ou essa verificação do Amazonia-1 pelos argentinos se dá por terem a parte estruturação de satélites mais desenvolvida?

    ResponderExcluir
  2. Olá Israel!

    Na realidade a ida dos servidores do INPE a Argentina é por conta do desenvolvimento do "Subsistema de Controle de Atitude e Supervisão de Bordo (ACDH)" do Amazônia-1, que foi contratado pelo INPE junto a empresa argentina INVAP com transferência de tecnologia. Entretanto, recentemente o diretor do INPE, Leonel Peromdi, disse que os Argentinos não desenvolveram em nada esse subsistema, comprando-os dos americanos. Não sei, se isso é verdade, mas foi o que ele disse.

    Abs

    Duda Falcão
    (Blog Brazilian Space)

    ResponderExcluir
  3. E falta total ed transparência em ambos os lados!

    Para se conseguir noticias mais técnicas confiáveis, elas precisam ser extraídas a forceps.

    Tudo bem que tem segurança nacional envolvida, ou deveria ter, mas esse mistério de desinformação, é no mínimo estranho.

    Como contribuintes, temos o DIREITO de saber sobre esses "acordos", pois afinal é sempre o nosso dinheiro que está sendo gasto ou disperdiçado,

    Complicado...

    Enquanto isso...

    Acabei de ouvir aqui que estão criando a lei "Carolina Dieckmann", para "crimes cibernéticos".

    Tão vendo a diferença politica? Quando o assunto aparece na mídia, a coisa é tratada com todo esse empenho.

    Muito, muito triste.

    ResponderExcluir
  4. Duda, você não acha muito estranho esta conversa dos argentinos comprarem dos americanos (logo deles) o subsistema ACDH para o amazonia-1?

    ResponderExcluir
  5. Olá Carlos!

    Cara por um lado não, já que toda tecnologia de satélites em desenvolvimento na Argentina tem tido forte apoio americano, mas por outro lado é arriscado. Vou ser sincero contigo, morei nos Estados Unidos, fiz muitos amigos e fui muito bem tratado por lá, mas o governo americano luta pelos seus interesses sempre, e é clara e notória a insatisfação deles para com o PEB. Assim sendo, me causa preocupação essa história.

    Abs

    Duda Falcão
    (Blog Brazilian Space)

    ResponderExcluir