sábado, 15 de julho de 2017

Espaço do MCTIC Leva Cultura do ‘Faça Você Mesmo’ e Economia Circular Para a 69ª SBPC

Olá leitor!

Segue abaixo nota postada dia (13/07) no site do Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovação e Comunicações (MCTIC), destacando que Espaço do MCTIC leva cultura do ‘faça você mesmo’ e economia circular para a 69ª SBPC.

Duda Falcão

NOTÍCIAS

Espaço do MCTIC Leva Cultura do
 ‘Faça Você Mesmo’ e Economia
Circular Para a 69ª SBPC

Pavilhão reúne estandes de 31 instituições ligadas ao ministério na mostra ExpoT&C,
instalada na Universidade Federal de Minas Gerais durante a 69a Reunião
Anual da Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência

Por Ascom do MCTIC
Publicação: 13/07/2017 | 11:07
Última modificação: 13/07/2017 | 11:11

Crédito: MAST
Presente do Espaço Maker do MCTIC, 
impressora 3D foi tema de exposição no MAST.

A cultura do "faça você mesmo" estará presente no pavilhão do Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC) na mostra ExpoT&C, instalada no campus da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), em Belo Horizonte (MG), durante a 69ª Reunião Anual da Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência (SBPC), que ocorre de domingo (16) a sábado (22).

Dentro do pavilhão do MCTIC, o Espaço Maker oferece ao público uma bancada de trabalho para produzir, consertar e transformar objetos por meio de tecnologias como uma impressora 3D, uma cortadora de vinil e uma plataforma aberta de prototipagem eletrônica Arduino. A iniciativa segue a filosofia de construção colaborativa de projetos digitais conhecida como Fab Lab – abreviação em inglês para "laboratório de fabricação".

Uma segunda bancada no Espaço Maker parte do conceito de economia circular, que propõe o reaproveitamento de resíduos industriais como matéria-prima para o ciclo produtivo. O ambiente se baseia nos centros de Recondicionamento de Computadores (CRCS), programa do Departamento de Inclusão Digital do MCTIC voltado a capacitar jovens, conscientizar sobre o descarte adequado e recuperar eletroeletrônicos para doá-los a bibliotecas e escolas públicas.

Ainda no Espaço Maker, o ministério organiza maratonas de programação (hackathons) e uma agenda de oficinas em temáticas como metodologias anárquicas para o incentivo à leitura e o ensino da literatura, montagem de nanossatélites, programação em linguagem Scratch, robótica educacional, tecnologias de diodo emissor de luz (LED, na sigla em inglês) e tratamento de lixo eletrônico. As atividades serão ministradas por representantes da Agência Espacial Brasileira (AEB), do Centro de Tecnologia da Informação Renato Archer (CTI), do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia da Bahia (IFBA), do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE), do Museu de Astronomia e Ciências Afins (MAST) e das secretarias de Políticas de Informática (SEPIN) e de Telecomunicações do MCTIC (SETEL).

Estandes

Gratuita e aberta ao público, a ExpoT&C reúne em uma tenda climatizada de 6 mil metros quadrados (m²) centenas de expositores, como universidades, institutos de pesquisa, agências de fomento, entidades governamentais e outras organizações interessadas em apresentar novas tecnologias, produtos e serviços. Além do Espaço Maker, o pavilhão do MCTIC possui um auditório, com palestras de segunda-feira (17) a sábado (22), e uma seção de quiz.

O ministro em exercício, Elton Zacarias, o secretário de Políticas e Programas de Pesquisa e Desenvolvimento do MCTIC, Jailson de Andrade, e a presidente da SBPC, Helena Nader, devem inaugurar a ExpoT&C na manhã de segunda-feira (17). A mostra se divide por estandes, onde há experimentos, exibição de vídeos institucionais e educativos, jogos interativos, oficinas e planetário.

A Financiadora de Estudos e Projetos (Finep) ocupa o maior estande do pavilhão do MCTIC, com 150 m², em razão de seu aniversário de 50 anos. Em forma de pirâmide, o espaço contempla uma sala de projeção em 3D apta a contar a história do planeta por meio de experiências sensoriais e hologramas. A agência ainda oferece ao público uma arena de debates, em formato visual inspirado pelo das conferências TED (sigla em inglês para Tecnologia, Entretenimento e Design), com palestras ligadas ao conceito de inovação.

O pavilhão do MCTIC inclui estandes de 31 instituições: AEB, Centro Brasileiro de Pesquisas Físicas (CBPF), Centro de Excelência em Tecnologia Eletrônica Avançada (CEITEC), Centro de Gestão e Estudos Estratégicos (CGEE), CTI Renato Archer, Centro de Tecnologia Mineral (CETEM), Centro de Tecnologias Estratégicas do Nordeste (CETENE), Centro Nacional de Pesquisa em Energia e Materiais (CNPEM), Centro Nacional de Monitoramento e Alertas de Desastres Naturais (CEMADEN), Comissão Nacional de Energia Nuclear (CNEN), Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq), Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos (ECT), Empresa Brasileira de Pesquisa e Inovação Industrial (EMBRAPII), Finep, Indústrias Nucleares do Brasil (INB), Instituto Brasileiro de Informação em Ciência e Tecnologia (IBICT), Instituto Mamirauá de Desenvolvimento Sustentável (MAMIRAUÁ), Instituto Nacional da Mata Atlântica (INMA), Instituto Nacional de Matemática Pura e Aplicada (Impa), Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia (INPA), Inpe, Instituto Nacional de Tecnologia (INT), Instituto Nacional do Semiárido (INSA), Laboratório Nacional de Astrofísica (LNA), Laboratório Nacional de Computação Científica (LNCC), MAST, Museu Paraense Emílio Goeldi, Nuclebrás Equipamentos Pesados (NUCLEP), Observatório Nacional (ON), Rede Nacional de Ensino e Pesquisa (RNP) e Telecomunicações Brasileiras S.A. (TELEBRAS).

Com o tema Inovação – Diversidade – Transformações, a 69ª Reunião Anual da SBPC  integra as comemorações pelo aniversário de 90 anos da UFMG. Trata-se da quinta vez, nas últimas 52 edições, que a instituição mineira recebe o fórum de debates científicos. Desde 1948, a Sociedade organiza o evento em universidades públicas de todo o país.


Fonte: Site do Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovação e Comunicações (MCTIC)

Nenhum comentário:

Postar um comentário