segunda-feira, 21 de agosto de 2017

Em Dia de Eclipse, NASA Destaca Fotografia Astronômica de Brasileiro

Olá leitor!

Segue abaixo uma matéria postada hoje (21/08) no site do jornal “O Globo” destacando que em dia de eclipse, NASA destaca fotografia astronômica de brasileiro.

Duda Falcão

CIÊNCIA

Em Dia de Eclipse, NASA Destaca
Fotografia Astronômica de Brasileiro

Imagem capturada no deserto do Atacama mostra
o arco da Via Láctea sobre um vulcão

Por Sérgio Matsuura
21/08/2017 - 17:00
Atualizado 21/08/2017 - 17:26

Foto: Carlos Fairbairn
Imagem produzida pelo brasileiro Carlos Fairbairn
foi publicada pela NASA.


RIO — No dia do ano mais esperado pelos astrônomos americanos por causa do eclipse solar, a NASA selecionou como “Imagem Astronômica do Dia” uma fotografia produzida pelo brasileiro Carlos Fairbairn. A imagem foi captada em maio, no deserto do Atacama, no Chile, e mostra o arco da Via Láctea sobre a caldeira de um vulcão extinto.

  “Às vezes, o céu simula o chão”, diz o texto de apresentação publicado pela agência espacial americana. “O primeiro plano da imagem engloba a borda da caldeira de um vulcão extinto. Ecoando poeticamente o mergulho abaixo está o arco da nossa galáxia da Via Láctea acima”.

A agência americana destaca que a fotografia mostra ícones da vista noturna do Hemisfério Sul, com o Centro da Via Láctea à esquerda, seguido pelo brilho alaranjado da supergigante vermelha Antares, o Cruzeiro do Sul ao centro, e os tons vermelhos da Nebulosa de Gum fechando o arco.

“Logo acima do horizonte e dividindo dois picos vulcânicos distantes está a Grande Nuvem de Magalhães, a maior galáxia satélite da Via Láctea”.

Diariamente, a NASA publica uma fotografia astronômica escolhida entre trabalhos produzidos em todo o mundo, sobretudo por astrônomos profissionais armados com potentes telescópios, o que não é o caso do brasileiro.

— Em um dia tão especial como esse, com o mundo antenado em uma efeméride astronômica é duplamente especial ter uma foto minha publicada pela NASA — disse Fairbairn.

A imagem foi produzida no altiplano chileno, a duas horas de viagem da cidade de San Pedro de Atacama. A maior dificuldade, contou o fotógrafo, foi suportar o frio e a altitude de 4.800 metros no local.

— O grande barato dessa publicação é que muitas pessoas ligadas em astronomia ao redor do mundo podem ver a imagem e ler o texto feito pela própria NASA sobre os objetos celestes — disse Fairbairn.

OBS: Veja abaixo a reportagem exibida hoje (21/08) pelo Jornal JMTV 2ª Edição da TV Mirante de São Luís tendo como destaque  este fenômeno espetacular.



Fonte: Site do Jornal o Globo - http://oglobo.globo.com

Comentário: Pois é, parabéns ao astrônomo brasileiro Carlos Fairbairn pelo reconhecimento da NASA ao seu trabalho. Aproveito para agradecer também ao leitor Jahyr Jesus Brito pelo envio desta notícia e do vídeo que acompanha essa matéria.

Nenhum comentário:

Postar um comentário